O Brasil é o país com a maior concentração de psicólogos do mundo, e este profissional precisa ser mais valorizado

Na busca de encontrar sentido, algum amigo pode nos intimar a sermos psicólogos de nós mesmos, ou ainda, a trocar a escuta profissional por qualquer outra audição, seja numa conversa qualquer ou na falsa impressão de que podemos controlar tudo sozinhos. O Brasil é o país com a maior concentração de psicólogos do mundo, e este profissional precisa ser mais valorizado.

É o psicólogo o responsável pela escuta terapêutica que permite elaborações, sentidos e tomadas de decisões. O profissional de Psicologia é aquele que acolhe o sofrimento psíquico e permite um tratamento adequado aos sujeitos que reconhecem a necessidade de pensar mais sobre si, suas relações e afetos. É ele que, inserido nas políticas públicas, buscará a redução de vulnerabilidades e o acolhimento de pessoas aplacadas por toda e qualquer forma violência ou perda de direitos.

No campo da Saúde, o profissional da Psicologia trabalha com a complexidade dos muitos modos de se promover o que seja saudável, ora pensando as redes de saúde mental, ora buscando a integralidade dos serviços hospitalares. Ele é crítico e luta contra as ordens estabelecidas do que seja normalidade, desaprisionando o que antes era manicomial.

Corajoso, o psicólogo que atua nas redes de justiça não se sujeita a redigir um laudo porque vossa excelência ordenou, mas pensa o sistema prisional ou socioeducativo de modo a promover a potência das pessoas. É ele quem busca compreender se determinada casa trará alegria para uma criança ou adolescente, se a adoção ou guarda deve ocorrer, ou como proteger a vítima de violência.

Esses profissionais também atuam no trânsito para humanizar as relações, e quando aplicam um teste percebem habilidades e protegem as pessoas. Na escola, esses profissionais não se reduzem às políticas de assistência estudantil, nem à lógica da medicalização, mas buscam a promoção de uma educação integral. Na empresa ou instituição, eles selecionam, mas principalmente pensam o trabalho para a promoção do bem-estar.

É o profissional da Psicologia um defensor dos direitos humanos que luta por acessibilidade para as pessoas com deficiência; para garantir que as mulheres não sejam vítimas, mas protagonistas de uma sociedade efetivamente igualitária; pela integralidade de direitos das pessoas trans e pelo reconhecimento e efetividade das políticas de gênero. No dia 27 de agosto, foi comemorado o Dia do Psicólogo, lembrando que a Psicologia é compromisso social, diálogo e democracia. Valorizemos o profissional da Psicologia.

*O autor é presidente do Conselho Regional de Psicologia do Espírito Santo (CRP-ES)

Fonte: http://www.gazetaonline.com.br/opiniao/artigos/2017/09/toda-psicologia-nos-importa-1014097750.html