Eu não tenho nada para lhe dar.
Eu apenas aponto para aquilo que foi negligenciado
embora, na verdade, seja o útero deste universo.
É o lugar de descanso, o lugar de morte
e o local de nascimento de toda a vida.
É o doador, o criador, o sustentador,
o destruidor, e além do sonho, de toda essa peça.
Para a humanidade, esta deveria ser uma ótima notícia,
uma chance real de encontrar felicidade duradoura
porque não são apenas notícias
mas um convite para olhar no interior
e descobrir o único e verdadeiro Eu
– a pérola não dual da derradeira Verdade.
O desejo latente do homem é o de descobrir aquilo que, de fato,
ele nunca pode deixar de ser, mas ainda assim ele permanece adormecido para isso
– um sono que o rouba da sua alegria inerente.
Que cada homem possa saber
que o seu verdadeiro coração é a luz deste mundo.
Ele deve se esforçar para evitar que a sua mente esconda isso.
Quando ele tiver sucesso, a sua terra se tornará o céu.

~ Sri Mooji