Por Grace Wanderley de Barros Correia 

RESUMO

Fundamentamos, no presente artigo, a experiência dos psicoterapeutas da Libertas Clínica-Escola e Consultoria, na cidade de Recife, que ao longo de muitos anos têm aplicado a Análise Bioenergética, além das quatro paredes da psicoterapia. A visão da clínica ampliada entende que o(a) cliente pode estar nas instituições, formadas por indivíduos que têm no trabalho um lugar de significado, de possibilidade, de realização e que para tal, exige  o desenvolvimento contínuo da capacidade de convivência e trabalho em equipe. A consciência do engajamento e responsabilidade social despertada e inspirada em Wilhem Reich, favoreceu a aplicação da Análise Bioenergética, integrada com autores da Dinâmica de Grupo,  em intervenções nas diferentes situações nas áreas da educação, da saúde, das políticas públicas e comunidades. No texto, narramos algumas dessas experiências, visando tornar mais claro para o(a) leitor(a) esta possibilidade de ampliação prática da Análise Bioenergética, sem deixar de reconhecer o lugar singular e eficaz da psicoterapia, tão necessária na atualidade. Contextualizamos a contribuição da Análise Bioenergética na contemporaneidade, onde se torna visível o aumento da violência, na dimensão familiar e social, bem como as características de individualismo e massificação, com crescente e prematuro adoecimento das pessoas. Por fim, expressamos o desejo de que a comunidade internacional de Análise Bioenergética, possa abrir espaços de diálogo, presenciais e virtuais, nas conferências, nos jornais, nas revistas do IIBA – Instituto Internacional de Análise Bioenergética, nas trocas de experiências dos seus membros, visando a um maior compromisso social nos diversos países e continentes, respeitando-se a singularidade de cada região e, ao mesmo tempo, unindo-se na universalidade humana.

Palavras Chave: Análise Bioenergética, clínica ampliada, exercícios de bioenergética, grupos.