Qualidade de Vida
7

Revitalização do Rio Beberibe

Adeildo Pepe –

Um rio que nasce em São Lourenço, que serve como ponto histórico de nosso estado que divide as duas grandes cidades, Olinda e Recife, e que corta varias comunidades. Por que será que o município de São Lourenço não deve poluir o rio? Porque as próximas cidades abaixo precisam do rio limpo? Ou será o “direito” do rio ser limpo? Ou será uma questão de consciência ambiental?.

Devido a esses porquês nasceu à necessidade de recuperar o rio Beberibe, rio este que serviu de navegação para o transporte da cana de açúcar das grandes usinas da nos séculos XVIII e XIX, rio que abrigava uma fonte que parecia inesgotável de peixes. Peixes esses que foi motivo de expiração para o nome de um bairro em que ele corta, que ficou conhecido como Peixinhos, pela abundancia dos peixes que servia para consumo e comercialização, banhos e as lavadeiras que coloriam as margens com roupas e não lixo, era fonte de vida. Esta é a preocupação: fonte de vida. Mas para que serve o rio? Para ser explorado pelo homem, ou para sua integração harmoniosa e respeitosa. Devido ao grande crescimento econômico e a expansão das áreas ribeirinhas, o rio apontava um lugar promissor e local de fonte de renda, ao mesmo tempo em que essas áreas cresciam o rio dava passos de desgaste. Esse crescimento fez com que muitas pessoas em situação de exclusão buscassem as margens do rio como lugar de refugio.

O rio Beberibe corta comunidades consideradas de baixa renda ou conhecidas como áreas pobres, pobres não, rica e culta e saber popular de valor incalculável, mais pobre pela falta de políticas publicas adequadas à situação. Devido à degradação que tomou conta nas ultimas décadas por falta de políticas publicas adequadas à habitação nos dois municípios (Olinda e Recife). A construção de palafitas onde a água deveria passar, a falta de saneamento básico, os dejetos domésticos e de industrias são jogados no rio.

Percebendo este quadro que levou o rio a essa situação caótica o GSCC incentivou a criação do movimento em defesa do rio Beberibe, a partir da articulação com instituições de ensino, organizações da sociedade civil e setores públicos e privados em prol do rio Beberibe.

Este processo teve início a partir de um intercâmbio promovido pela TROCAIRE, com a participação da ONG CEARAH Periferia como facilitadora do intercâmbio, mais a participação das ONG’s que atuam em Peixinhos e Santo Amaro e a comunidade, com objetivo de discutir sobre políticas públicas, e a troca de experiências do CEARAH com as instituições de Pernambuco. Nestas experiências trocadas durante o intercambio, teve um momento de visita de campo, quando visitamos as áreas do bairro de Santo Amaro e de Peixinhos e identificando suas potencialidades e vulnerabilidades, percebemos a urgência de um projeto de ação em defesa do rio Beberibe pelo estado de poluição, aterros, transbordo de lixo e invasão das margens.
Durante o intercâmbio tivemos uma tarefa, que envolvia uma demanda urgente para comunidade. Foi quando nos demos conta da situação do rio. Analisada e discutida pelas entidades que participaram, foi colocado como meta a recuperação do rio Beberibe.

A partir deste intercâmbio motivamos a participação das entidades locais como também a participação da comunidade. Nas discussões de como recuperar o rio Beberibe, percebemos que essa não é uma preocupação apenas do bairro de Peixinhos, mas de toda área ribeirinha. O primeiro passo foi convidar as instituições que trabalham pela busca de políticas publicas eficazes e o compromisso com a causa. Daí tivemos a simpatia de vinte e seis entidades das comunidades das áreas de Peixinhos, Passarinho, Água Fria, Caixa D’ Água e Sitio Novo. Foi decidido que primeiro precisávamos de um nome e então surgiu o Movimento em Defesa do rio Beberibe, porque este movimento não deveria ser uma preocupação das comunidades das áreas ribeirinhas, mas de todos que almejam pelo meio ambiente digno.

A partir das discussões foi escolhida a temática ‘‘CADÊ O RIO BEBERIBE”?. Essa foi a pergunta que vai esperar um tempo de dedicação e esforços de todos e todas, para encontrar as respostas. Foi discutido por uma comissão que foi formada para dar inicio ao movimento. A data escolhida para iniciar as atividades em defesa do rio foi no dia 24 de novembro de 2006, dia considerado dia nacional dos rios. Esse dia teve como ação integrada das comunidades ribeirinhas um ato público onde contamos com a participação das ONG’s, instituições que levaram para rua em forma de arte, o seu protesto em relação a degradação do rio Beberibe. Também tivemos exposições de fotos do rio, e produtos reciclados com o lixo que é jogado no rio. Ainda tivemos a distribuição de dois mil panfletos educativos explicando o motivo desta ação, e foi considerado um dia de marco para a caminhada em encontro ao rio histórico limpo e vivo.

O próximo passo a ser dado é a agenda do ano de 2007, do Movimento, que vai ser implementada, pensando nos passos a serem tomados, como exemplo: audiência publica, seminários atos públicos festivais e toda uma discussão de propostas para integração dos três setores, sociedade civil organizada, setor produtivo, governo em toda suas esferas.

Por estes motivos relatados acima citados estamos colocando o rio Beberibe como uma das nossas ações prioritária. Sabemos que as questões ambientais tem tido um destaque nesta década, devido a falta de atenção de uma política publica voltada a recuperação dos recursos naturais degradados. Uma delas, a questão da água, bem como uma preocupação global na mídia, tem dado uma relevâncias nos últimos dias a respeito da sobrevivência do planeta especificamente o superaquecimento. O grau de risco chegou de tal forma que passou a ser um preocupação econômica, já que tem relação com o consumo acelerado, motivos estes que chegaram como pauta no fórum de Dávos Estamos nos colocando como parte de uma intervenção, no processo de conscientizar a população sobre a importância do rio limpo. A estratégia do plano de ação envolve os aspectos trabalhados por este grupo em relevância a saúde, educação, moradia, lazer, segurança, e trabalho. O rio traz toda essa dimensão sócio ambiental.

O objetivo central da ação é fortalecer a sociedade civil para conscientizar-se dos problemas causado pelo aterramento do rio, como também a poluição de detritos domésticos e industriais e a ocupação desordenada. Nessas ações, estão como base as ações de reivindicações, realizadas pelos atos públicos, que desperta a atenção da mídia. Queremos conquistar um numero maior de parceiro nesta causa uma delas e fortalecer o papel das instituições sociais e o seu papel de monitora. Também queremos como parceira a participação das escolas locais como ponte de educação ambiental, pois a escola é um canal de informação para as famílias. O outro público em que queremos conquistar é o setor produtivo, para que mostre seu papel na responsabilidade social e desenvolvimento sustentável.

Adeildo Pepe

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Publicado por Libertas

7 comentários

  • Prof. Jarmuth Andrade disse:

    Caros Amigos,
    Nesta data disponibilizamos essa noticia da Revitalização do Rio Beberibe no nosso blog SOS Rios do Brasil.
    Parabéns pelo trabalho iniciado e mantenha-nos informado.
    Saudações eco-fluviais!

    Visite e divulgue:
    http://sosriosdobrasil.blospot.com

  • albanize bruno disse:

    Realmente precizamos nos concientizar que o rio beberibe merece toda nossa atenção,e cuidado!
    Muitas vezes esquecemos que aquela imensidão
    é vida ,beleza, saúde..
    adorei saber mais sobre o rio beberibe,abriu as janelas em minha memória que estavam bloqueadas
    para comtemplar toda beleza do rio.
    muito obrigada prof.pepe por nos fazer enchergar muito além..

  • CLAUDIO JUNIOR disse:

    realmente quando falamos da poluiçao do rio o que vem em mente é como pessoas possam morrar ali,mas nao levamos em consideraçao de que o rio e vivo e tudo que vive nele ou vivia, onde so depende de nos mesmo que somos culpados em revitalizar ou deixar do jeito que encontramos, agradeco por tem essa visao de consiência anbiental ao nosso professor PEPE. pos ele que que nos fez enchergar alem do vimos obrigado professor.

  • EDILEUZA PACHECO disse:

    O RIO BEBERIBE TEM SUA HISTÓRIA SOCIAL, MATOU A FOME DE MUITA GENTE COM SEUS PEQUENOS PEIXES, FRUTAS E ROUPAS LAVADAS PELAS LAVADEIRAS E MÃES POBRES QUE SE UTILIZAVAM DE SUAS ÁGUAS. OBRIGADA PROF PEPE, ESTOU COM O SENHOR E PODE CONTAR COMIGO NESTA LUTA.

  • PATRICIA disse:

    VAMOS AJUDAR NESSA LUTA,
    AJUDE VC TBM ,
    VAMOS RECUPERAR OQ É
    NOSSO.ONOSSO RIO BEBERIBE
    EU♥ NATUREZA

  • lucas disse:

    o rio Beberibe nasce em camaragibe

  • Deixe um comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>