Comportamento
0

Peste emocional

Grace Wanderley de Barros Correia – Psicóloga –

Reich, psicanalista que iniciou a psicoterapia corporal, utilizou em 1941 a expressão peste emocional,referindo-se a difamações, fofocas e ações negativas que as pessoas podem desenvolver com o intuito de destruir alguém. Ao longo da história da humanidade temos muitos fatos decorrentes da peste emocional, como por exemplo, o fascismo na Alemanha. Chico Buarque na sua música Geni e o Zepelin – Joga pedra na Geni, Ela é feita pra apanhar, Ela é boa de cuspir, Ela dá pra qualquer um, Maldita Geni – retrata o que significa esta expressão. Infelizmente, estamos assistindo a uma campanha eleitoral em que aparece a peste emocional, através de boatos, de falso moralismo, de desrespeito, que mais parece uma guerra dita santa. Usam-se os meios de comunicação para fofocas pessoais ao invés de se apresentar programas de gestão e ideologias políticas transparentes. È vergonhoso o baixo nível da campanha que acaba desencadeando hostilidades pouco civilizadas. Não se pode ganhar a qualquer custo, utilizando-se de qualquer meio. Concorrer com dignidade e aceitar a preferência do povo deve ser o primeiro critério a nortear nossa escolha. Escolho Dilma pela sua história política, coerência e coragem de lutar por um país justo, mesmo às custas de injustiças. Respeito o outro candidato, mas não posso concordar com o apelo emocional e o uso abusivo da inteligência de nosso povo. Desejo a todos análise crítica e lucidez na escolha do que queremos para nosso querido Brasil.

grace@libertas.com.br

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

Publicado por Libertas

0 comentários

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *